Jornalismo Científico

Comunicação, Ciência e Sociedade | Prof. Dr. Francisco Rolfsen Belda

Aula 1. Apresentação do curso

leave a comment »

Texto de apresentação da disciplina de Jornalismo Científico, que sintetiza sua proposta de aprendizagem e desenvolvimento experimental. A aula procura motivar o aluno para o estudo e a prática da mediação crítica de ciências e temas correlatos e indica a primeira tarefa do curso: a leitura de uma reportagem científica de livre escolha.

 

***

Boas férias? Descansados?

Ótimo, pois agora vamos começar a estudar e praticar uma das áreas mais estimulantes e desafiadoras do jornalismo: a cobertura de ciência, que geralmente abrange também temas de tecnologia, meio ambiente, saúde, energia e outros assuntos ligados a pesquisa, conhecimento e educação. Coisa distante, de outro mundo? Nada! Basta olhar ao redor: computador, luzes, edifícios, plantas, automóveis, alimentos, remédios… Tudo isso tem a ver com ciência.

Neste curso, vamos aprender o que é ciência, como ela se desenvolveu ao longo da história, seus métodos especiais para a produção de conhecimento sua aplicação para solucionar problemas da humanidade.  Vamos entender como se formam teorias, como se fazem experiências, como se revisam e se questionam seus resultados. Vamos explorar os lugares onde se faz ciência e as pessoas que trabalham nisso, suas rotinas e descobertas, seus interesses e ideais. Tão longe, tão perto!

Vamos também pesquisar como se criou e evoluiu o jornalismo de ciência no Brasil e no mundo. Coberturas históricas, colunistas pioneiros, as principais publicações impressas e programas de televisão que, ao longo dos anos, trouxeram as fronteiras do conhecimento para dentro de nossas casas. E hoje, quem são, o que fazem e como pensam os profissionais que se dedicam a essa atividade dentro das redações de jornais, rádios e televisão e na mídia alternativa.

Então vamos ler o que escrevem em suas páginas, o que falam em seus programas. Como pesquisam, organizam e selecionam informações. Como abordam, entrevistam e cultivam suas fontes especialistas. Como preparam o texto, selecionam palavras, reconstituem processos e resultados de pesquisa para que donas-de-casa, marceneiros, comerciantes, eu, você e todos entendam o que os cientistas descobrem, e como isso muda o mundo que conhecemos.

Vamos, por fim, pôr as mãos na massa e fazer como eles: produzir entrevistas, reportagens, publicações inteiras explorando a ciência que está mais perto de nós, nos laboratórios de nossa cidade, de nossa própria universidade. Vamos garimpar assuntos, destrinchar teorias, acompanhar pesquisas, questionar seus resultados e aplicações. Vamos tentar entender o que há por trás das redes de natureza e cultura. E contar essas histórias como só um bom jornalista pode fazer.

Tarefa

Para começar, algumas dicas de publicações:

  • Revista Scientific American
  • Revista Super Interessante
  • Editoria de Ciência da Folha de S. Paulo
  • Caderno Vida& de O Estado de S. Paulo

Escolha uma delas. Dentro dela, escolha uma matéria que lhe pareça legal. Compre, empreste, acesse, imprima ou copie. Leia e releia. Se possível, grife trechos, palavras e citações mais interessantes. Na próxima aula, traga a reportagem. O que aprendeu com ela? O que mais gostaria de saber sobre esse assunto?

Written by Francisco Rolfsen Belda

06/02/2012 at 00:00

Publicado em Ciência, Humanidades